Home / Destaques / Agentes retiram 2,5 toneladas de lixo da casa de um só “acumulador”

Agentes retiram 2,5 toneladas de lixo da casa de um só “acumulador”

Ação Cidade Limpa, última de 2019, percorre ruas do bairro Caiçara onde acumulador deu trabalho à equipe

Muito lixo, muito trabalho: cidade limpa percorre ruas do bairro Caiçara nesta terça (Foto: Henrique Kawaminami)

O Cidade Limpa, ação da Prefeitura de Campo Grande em busca de locais para limpeza – para acabar com focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya – chega ao fim, este ano, no bairro Caiçara. Nesta terça-feira (10), apenas na casa de um “acumulador”, como foi chamado pela equipe, agentes de endemia retiraram 2,5 toneladas de lixo de um só casa.

O morador, um idoso de 76 anos, deu trabalho à equipe de limpeza, já que a retirada dos materiais foi precedida de várias negativas. O morador que não autorizava a limpeza viu saiu da casa um caminhão lotado contendo resto de televisor, ferro, plástico e outros materiais.

O quintal com 11 anos de acúmulo – resultado dos restos de uma oficina de consertos eletrônicos – incomodava moradores porque atraía ratos e outros animais que costumam se acumular no lixo. Além dos 5 focos do mosquito Aedes encontrados ali.

Trabalho duro de quem percorre quintais, às vezes, intocados (Foto: Henrique Kawaminami)
Trabalho duro de quem percorre quintais, às vezes, intocados (Foto: Henrique Kawaminami)

Supervisora de área da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Caiçara, Priscila Alves de Castilho afirma que a equipe tentou o ano inteiro, desde janeiro, entrar na casa. O “resistente” aposentado Valdir Vicente Farias contou nunca ter feito um descarte. É a primeira vez que se desfez do acúmulo.

Ponto de coleta – Nesta terça as equipes passam pelas casas, mas até sexta-feira (13) funciona um ponto fixo para descarte em um campo de futebol na Rua Aniceto da Costa. Ali, só hoje, já foram levadas 8 toneladas de materiais pelos moradores. Só não pode entulho de construção e podas de árvores, que precisam de destinação específica segundo a legislação ambiental.

Saco de lixo no ar a caminho do caminhão durante coleta (Foto: Henrique Kawaminami)
Saco de lixo no ar a caminho do caminhão durante coleta (Foto: Henrique Kawaminami)
Pilha de velharias: é possível achar de tudo no descarte dos moradores (Foto: Henrique Kawaminami)
Pilha de velharias: é possível achar de tudo no descarte dos moradores (Foto: Henrique Kawaminami)
De lá, os materiais são levados até eco pontos. Gerente técnico de manejo ambiental, Edvaldo Garcia Domingues afirma que a limpeza, nessa época, é primordial, em razão das chuvas que só pioram a situação.
fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

MS tem 406 pacientes internados com a covid e Saúde pede “medidas restritivas”

Durante live, titular da Secretaria Estadual de Saúde pediu a gestores municipais medidas como toque ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.