Home / Destaques / Aulas retornam dia 8 de fevereiro apenas de forma remota nas escolas municipais

Aulas retornam dia 8 de fevereiro apenas de forma remota nas escolas municipais

Retorno presencial será apenas quando casos de Covid-19 estiverem estabilizadas

Expectativa é que retorno presencial comece em março – Foto: Bruno Henrique

 

As aulas nas escolas da Rede Municipal de Ensino (Reme) retornam no dia 8 de fevereiro, apenas de forma remota, em Campo Grande.

De acordo com a Secretaria Municipal de Ensino (Semed), o ensino será a distância até que os casos de Covid-19 sejam estabilizados na Capital.

Medida é para garantir a segurança tanto dos estudantes, quanto dos professores e demais profissionais que aturam na educação.

Em reunião realizada no dia 15 de janeiro, entre representantes do Ministério Público Estadual (MPMS), secretarias municipal de Saúde (Sesau) e de Educação e o Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe), ficou definido que o retorno seria de forma remota.

Hoje, a Secretaria de Educação oficializou a informação.

Os alunos continuam com as aulas remotas, mas também serão disponibilizados cadernos de atividades e aulas televiosinadas, transmitidas por meio da TV Reme, no canal 42 da TVE e Youtube, aplicativo Rádio Reme e outros aplicativos de áudio e vídeo utilizados pelas unidades escolares.

Expectativa é que o retorno presencial seja retomado em março, podendo ser adotado o ensino híbrido, com aulas presenciais e remotas.

São 104 Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis) e 98 escolas de ensino fundamental na rede municipal. Mesmo com o retorno apenas remoto, todas devem elaborar um plano para a volta presencial e fazer adaptações necessárias, como instalação de pias e dispenser com álcool.

A Semed irá fazer a aquisição de equipamentos de proteção, como máscaras e álcool em gel, que serão distribuídos nas unidades, para utilização por professores, funcionários e estudantes.

Calendário escolar tem 200 dias letivos, sendo o ano letivo previsto para terminar no dia 22 de dezembro nas Emeis e no dia 16 de dezembro nas escolas.

Plano

Para o próximo ano letivo, a Semed elaborou um plano de retorno das aulas presenciais.

A Rede Municipal de Ensino tem, atualmente 108.839 alunos, 7.441 profissionais da educação e 5.174 servidores administrativos.

Plano prevê a promoção de formações sobre os protocolos de saúde e prevenção à Covid-19 no ambiente escolar, para os diretores, professores e demais profissionais da educação, além de esclarecimento sobre o respeito a essas medidas à comunidade escolar.

Documento traz uma séria de determinações que devem ser seguidas pelas escolas, alunos, professores, pais e responsáveis.

Entre outras coisas, há previsão de retorno presencial primeiramente dos alunos dos últimos anos.

Também será feito processo de recuperação das aprendizagens, com avaliação diagnóstica, devido ao tempo em que os alunos permaneceram apenas com aulas remotas em 2020.

Professores devem desenvolver um plano de trabalho domiciliar, por meio de atividades impressas ou remotas, tanto para alunos do grupo de risco quanto para os que não se sentirem confortáveis e seguros para retornarem de forma presencial.

Além disso, escola deverá adotar procedimentos e medidas de biossegurança, como disponibilização de álcool em gel, distanciamento entre alunos, limpeza e desinfecção, além da fiscalização quanto a obrigatoriedade do uso de máscaras.

Para o início do ano letivo, as escolas municipais deverão ter um documento padrão de procedimentos operacionais, onde deverão constar estratégias de limpeza e desinfecção, com soluções aprovadas em recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

fonte: correiodoestado
Espalhe por ai:

Veja Também

Prêmio de 40 milhões da Mega-Sena tem uma aposta vencedora

Uma única aposta acertou os seis números do concurso 2363 da Mega-Sena realizado neste sábado (17) ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.