Home / Destaques / Capital arrecada R$ 25,5 milhões com taxa do lixo, 77% da receita prevista

Capital arrecada R$ 25,5 milhões com taxa do lixo, 77% da receita prevista

Mês de maior arrecadação foi janeiro com R$ 13,3 milhões pagos pelos contribuintes. Em fevereiro foram pagos R$ 2,8 milhões

Taxa é destinada ao serviço de coleta, serviço de responsabilidade da Solurb (Foto: PMCG/Divulgação)

A taxa do lixo já rendeu a Prefeitura de Campo Grande R$ 25,5 milhões entre os meses nos nove primeiros meses do ano. O valor corresponde a 77,98% dos R$ 32,7 milhões previstos para todo ano.

O mês de maior arrecadação foi janeiro com R$ 13,3 milhões pagos pelos contribuintes. Em fevereiro foram pagos R$ 2,8 milhões (confira o quadro completo abaixo).
Arte: Ricardo GaelArte: Ricardo Gael

De acordo com a prefeitura, a taxa do lixo permaneceu com o mesmo valor do ano passado, sem reajuste. Mas a diferença foi de que em 2018 o contribuinte pagou o imposto referente a nove meses, de abril a dezembro. Neste ano, o valor pago foi referente aos 12 meses de serviço pela coleta, remoção e destinação de resíduos sólidos domiciliares.

Aposentados, pensionistas, entidades filantrópicas e templos isentos do pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) também estão livres da cobrança da taxa de lixo.

Para quem ainda não pagou, a taxa de limpeza pública está disponível no site da prefeitura. Diante de determinação judicial, a cobrança é feita em boleto específico desde o ano passado. Mais de 80% dos contribuintes pagam entre R$ 20 e R$ 200 pela coleta.

fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

MS tem 406 pacientes internados com a covid e Saúde pede “medidas restritivas”

Durante live, titular da Secretaria Estadual de Saúde pediu a gestores municipais medidas como toque ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.