Home / Destaques / Comércio não se anima com liberação do FGTS e não prevê movimentação em setembro

Comércio não se anima com liberação do FGTS e não prevê movimentação em setembro

Segundo Associação Comercial, o saque coincidiu com a outra data forte do comércio, o Dia dos Pais

Associação Comercial não planejou nenhuma campanha para o mês da liberação do FGTS (Foto: Henrique Kawaminami)

 

Os saques de até R$ 500,00 das contas ativas e inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) não serão suficientes para movimentar campanhas e promoções no comércio de Campo Grande em setembro, quando começar a liberação do recurso. Para os lojistas, o valor pequeno e a proximidade com o Dia dos Pais faz a movimentação não ser atrativa.

A ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) não planejou nenhuma campanha para o mês da liberação. Segundo o 3° tesoureiro da Associação, Omar Pedro de Andrade Aukar, uma nova movimentação em setembro seria uma redundância. “Coincidiu com a data forte do comércio que é o Dia dos Pais, por isso é uma redundância fazer outra campanha”, aponta.

Conforme o tesoureiro da Associação, a expectativa era de uma movimentação maior. “Com um valor destes, a pessoa pode pagar uma conta, compra algo, mas esperávamos uma corrida maior”. Mesmo sem programação definida, ele é otimista. “Qualquer dinheiro que vá injetar na economia, é bom para todo mundo”, completa.

Um mês antes da liberação, o gerente de vendas da Romera, localizada na Rua 14 de Julho, Marcelo Carvalho de Campos, adiantou que a loja já começou a pesquisa entre os clientes. “Por enquanto não estamos planejando nenhuma ação para setembro, mas estamos pesquisando a intenção de compra entre os clientes”, disse.

Segundo ele, o valor liberado não chama atenção nem dos clientes, nem dos lojistas. “É um valor muito baixo. Para o varejo em si, sacar R$ 500,00 para gastar em compras vai fazer pouca diferença para o cliente, dependendo do bem que ele quer adquirir”, explicou. Diante do cenário de crise, o gerente acredita que a população vai usar o valor extra para pagar as contas como água, energia e até com alimentação. Apesar de afirmar que o valor é baixo, o gerente tem esperança. “Tomara que movimente”, disse.

A subgerente da Passaletti, Mayara Malaquias, de 28 anos apontou que a loja ainda não tem uma programação para setembro e está focada nas campanhas do mês: promoções de inverno e do Dia dos Pais.

Dia dos Pais – Com as ruas do centro de Campo Grande ganhando cara nova, a expectativa da ACICG é do Dia dos Pais movimentado. Segundo o 3° tesoureiro da Associação, Omar Pedro de Andrade Aukar, todas as pesquisas realizadas pela Associação apontam que este ano a data será melhor que no ano passado. Em 2018, de acordo com a associação, o consumidor gastou em média de R$ 92. Para este ano a expectativa é de R$ 104.

 

fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

Comércio ficará aberto até mais tarde a partir do dia 5 de dezembro

Horário será ampliado devido ao período de fim de ano, que costuma ser de maior ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.