Concurso da Guarda Municipal é suspenso por tempo indeterminado em Campo Grande

Mais de 15 mil candidatos se inscreveram para disputar as 273 vagas disponíveis

Concurso da Guarda Municipal tem 273 vagas – Foto: Arquivo

 

A Prefeitura de Campo Grande suspendeu, por tempo indeterminado, o concurso da Guarda Civil Metropolitana.

A prova escrita objetiva, que é a primeira fase do processo, estava prevista para ser aplicada no dia 16 de maio, mas foi suspensa devido à pandemia de Covid-19, que tem mantido dados críticos na Capital.

A possibilidade de alteração da data já estava prevista no edital de abertura do concurso e o edital com a suspensão foi publicado nesta terça-feira (20) no Diário Oficial do Município.

Ainda não foi definida uma nova data para aplicação da prova e, com a alteração da primeira fase, todo o cronograma será alterado.

O concurso público da Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande teve 15.300 pessoas inscritas para as 273 vagas disponíveis, o que resulta em uma concorrência de 56 candidatos por vaga.

Do total, 1.324 são cotistas negros, 210 índios e 115 pessoas com deficiência (PcD).

O concurso oferece salário de R$ 1.690,02, mais bolsa alimentação no valor de R$ 294, com carga horária de 180 horas mensais, cumpridas em turnos de trabalho.

Conforme a administração municipal, os rendimentos poderão chegar até a R$ 14 mil ao longo da carreira.

As inscrições terminaram no dia 15 de março.

Concurso

O concurso público será composto das seguintes etapas, que ainda terão novas datas:

  • Prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de aptidão física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação psicológica, de caráter eliminatório;
  • Exame médico e toxicológico, de caráter eliminatório;
  • Investigação Social, de caráter eliminatório;
  • Curso de Formação Técnico-Profissional, de caráter eliminatório, para os candidatos aprovados nas etapas anteriores.

A prova objetiva de conhecimentos terá caráter eliminatório e classificatório.

O exame antropométrico e a prova de aptidão física (PAF) serão realizados somente pelos candidatos que obtiverem aprovação na primeira fase.

Será considerado apto no Exame Antropométrico o candidato que possuir estatura mínima, descalço e descoberto, de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. Quem for considerado inapto será eliminado e não participa da próxima etapa.

A prova de aptidão física consistirá em testes práticos de resistência aeróbica, agilidade e a força muscular dos membros superiores e inferiores e do abdômen, sendo flexão de barra, flexão abdominal supra, flexão de braço, corrida de velocidade e corrida aeróbica.

A avaliação psicológica irá identificar se o candidato preenche os padrões psicológicos exigidos e as características para um melhor desempenho da função.

Nos exames clínicos serão avaliados: relação peso/estatura, frequência cardíaca, pressão arterial, inspeção geral, exame neurológico, sistema músculo esquelético, aparelho respiratório, aparelho digestivo e aparelho gênito urinário.

A Investigação Social e Funcional, como requisito básico para investidura do cargo, visa apurar se o candidato apresenta procedimento irrepreensível e idoneidade moral inatacável.

Por fim, os aprovados em todas essas etapas serão convocados para a realização do Curso de Formação, que terá carga horária de 576 horas aula, de segunda a sexta-feira, com 7h diárias de curso.

Resultado final do concurso e homologação do resultado será publicado em Diário Oficial

A convocação do candidato ocorrerá na medida da necessidade do Município.

O concurso terá validade de dois anos, a contar da data de homologação, podendo ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

fonte: correiodoestado

 

Espalhe por ai:

Veja Também

Decreto traz 6 regras que entram em vigor na segunda

Eventos grandes e estabelecimentos devem ter plano de contenção de riscos, mas não precisam protocolar ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.