Home / Destaques / Covid-19: Ministério Público cobra informações de hospitais

Covid-19: Ministério Público cobra informações de hospitais

Promotoria investiga se unidades estão informando regularmente dados de internações de casos suspeitos e confirmados

Hospital Universitário é uma das unidades que deve responder à promotoria – Álvaro Rezende/Arquivo

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPMS) abriu inquérito civil para apurar se os hospitais de Campo Grande estão informando regular e corretamente os dados de internações relativos à Covid-19.

Além desse procedimento, a 32ª Promotoria de Justiça recomendou que as unidades públicas, as credenciadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) e privadas informem a Secretaria de Estado de Saúde.

Ambos os textos foram publicados na edição desta sexta-feira (31) do Diário Oficial do órgão. A promotora Filomena Fluminhan deu prazo de 48 horas para os hospitais responderem a demanda.

Na recomendação, a promotora destaca que há indícios de irregularidades na alimentação do sistema, prejudicando o monitoramento e também a atuação das secretarias de estado e municipal de Saúde no planejamento da resposta ao enfrentamento da pandemia da doença causada pelo novo coronavírus.

Filomena também notificou a Câmara Municipal, a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul (Alems), o Conselho Regional de Medicina (CRM) e a seccional estadual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS).

São esses os hospitais que devem responder o MPMS:
  • Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) Rosa Pedrossian
  • Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap-UFMS)
  • Santa Casa de Misericórdia de Campo Grande
  • Hospital da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul
  • Hospital Unimed Campo Grande
  • Hospital Proncor
  • Hospital Geral El Kadri
  • Clínica Campo Grande
  • Hospital Adventista do Pênfigo
  • Hospital de Câncer Alfredo Abrão
  • Associação de Amparo à Maternidade e à Infância (AAMI)
  • Maternidade Cândido Mariano

 

 

fonte: correiodoestado
Espalhe por ai:

Veja Também

MS tem 406 pacientes internados com a covid e Saúde pede “medidas restritivas”

Durante live, titular da Secretaria Estadual de Saúde pediu a gestores municipais medidas como toque ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.