Crianças fazem plantio de 100 mudas neste sábado no Parque das Nações Indígenas

Devido a pandemia do novo coronavírus, o número de participantes será reduzido

Plantios já ocorreram anteriormente no Parque das Nações, mas neste ano, o número será reduzido devido a pandemia do novo coronavírus – Divulgação

 

 

O Instituto Tamojunto em parceria com a empresa Águas Guariroba e o Imasul realizam na manhã deste sábado, 12 de dezembro, às 9 horas, o plantio de 100 mudas no Parque das Nações Indígenas. A ação, que faz parte do calendário anual do instituto, seria inicialmente para o plantio de 500 mudas, porém, para evitar aglomeração, especialmente neste momento da pandemia, apenas 10 integrantes foram selecionados a participar. Cada integrante poderá levar uma criança que fará o plantio simbólico da muda.

Além de ampliar a área verde do parque considerado um dos maiores parques naturais em área urbana da América Latina, a ação tem o objetivo de despertar o cidadão, especialmente as crianças, para o cuidado com o meio ambiente.

Segundo o presidente de honra do Instituto Tamojunto, Carlos Alberto de Assis o projeto tem o objetivo de despertar a importância do cuidado com o meio ambiente. “Durante toda nossa vida, tudo o que fazemos é tirar recursos do nosso planeta, através do consumo, e não temos um hábito de regenerar, de repor o que tiramos. Seja em forma do plantio de novas árvores, seja em forma de carinho com aquelas que já produzem para nos alimentar”, acredita Assis.

 

 

fonte: correiodoestado

 

Espalhe por ai:

Veja Também

Governo amplia vagas e destina R$ 3,8 milhões para atletas e técnicos de MS

Número de vagas aumentou 45%, de acordo com publicação no Diário Oficial desta quinta-feira   ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.