Home / Destaques / Durante chuva forte, árvore cai e interdita avenida em obras

Durante chuva forte, árvore cai e interdita avenida em obras

Comerciantes reclamam que muitas árvores da Hayel Bon Faker tiveram as raízes cortadas para redução do canteiro central

Árvore da espécie sibipuruna, que caiu nesta tarde na região sul de Dourados (Foto: Estado Notícias)

 

Árvore de porte grande caiu na tarde desta terça-feira (4) durante forte chuva em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Da espécie sibipiruna, a árvore interditou a pista norte-sul da Avenida Hayel Bon Faker, entre as ruas Maria de Carvalho e Pureza Carneiro Alves, no Jardim Água Boa.

Principal acesso à cidade para quem vem de Ponta Porã e da região sul do Estado, a avenida passa por obras de recapeamento e drenagem desde o ano passado. O canteiro central está sendo reduzido para garantir mais espaço para os carros.

A reforma ocorre da Avenida Marcelino Pires até a Praça da Bandeira, no trevo com as BRs 163 e 463. A Hayel Bon Faker é considerada o corredor agrícola de Dourados por garantir acesso às áreas de produção de grãos e concentrar a maioria das lojas de insumos agropecuários.

Comerciantes do local afirmam que quedas de árvores já eram esperadas, pois muitas delas tiveram as raízes cortadas para a redução do canteiro central da avenida. Orçada em R$ 103, milhões, a obra é executada por empreiteira contratada pelo governo do Estado, seguindo projeto definido pela prefeitura.

Em setembro do ano passado, o Campo Grande News mostrou que várias árvores adultas já tinham sido cortadas para as obras e que pelo menos 130 estavam ameaçadas.

Na época, a reportagem procurou a prefeitura e a Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos) para saber o futuro das árvores que existem no canteiro central da Hayel Bon Faker. Entretanto, não foi possível obter uma resposta clara e objetiva à pergunta se todas essas árvores seriam cortadas como as que já foram, ou se serão mantidas no projeto da nova avenida.

A secretária municipal de Obras Públicas Marise Bianchi informou que a execução da revitalização é do Estado através da Agesul, mas, segundo ela, a obra tem licença ambiental. Marise confirmou a retirada de “algumas árvores” no longo da avenida, mas disse que mais detalhes só a Agesul poderia repassar.

Já a Agência informou que executa a obra seguindo o projeto elaborado pela prefeitura, por isso não soube informar quantas árvores seriam cortadas.

Espalhe por ai:

Veja Também

MS tem 406 pacientes internados com a covid e Saúde pede “medidas restritivas”

Durante live, titular da Secretaria Estadual de Saúde pediu a gestores municipais medidas como toque ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.