Home / Destaques / Em três meses, preço do teste para Covid-19 em Campo Grande cai até 43%

Em três meses, preço do teste para Covid-19 em Campo Grande cai até 43%

Procon da Capital realizou nova pesquisa de preços em laboratórios e hospitais nesta semana

Preço do teste sorológico caiu em Campo Grande – Divulgação

 

O aumento da oferta de testes no setor público, e também da demanda de pessoas com suspeitas de Covid-19, fez com que preço dos testes que detectam o coronavírus caíram até 43% em Campo Grande, aponta levantamento do Procon municipal.

A queda de preço é manifestada nos testes sorológicos, tanto os rápidos, vendidos em farmácia, quanto nos mais detalhados. O preço dos testes rápidos tiveram queda de preço de até 43%: em julho o mais barato custava R$ 139,99 e agora o teste mais em conta sai por R$ 79,99.

As farmácias Drogasil e Pague Menos oferecem este tipo de teste. O vendido pela Drogasil, não variou de preço nos últimos três meses: continua custando R$ 140. Já o teste vendido pela Pague Menos, apresentou a queda de R$ 139,99 para R$ 79,99.

Quanto aos testes sorológicos feitos em laboratório, o teste mais barato caiu de R$ 250,00 para R$ 200,00. Em julho, os testes mais baratos eram encontrados no Lab Saúde e no Oswaldo Cruz, a R$ 250. Agora, o teste sorológico mais em conta é vendido no DNA Laboratório Labneo.

PCR

O teste do tipo RT-PCR, considerado padrão ouro para coronavírus, foi o único que teve aumento. Em julho era vendido a R$ 300,00 no Hospital Proncor, na época, o local com o preço mais em conta. Agora, o hospital continua oferecendo o menor preço para este tipo de teste, porém, a R$ 310,00.

 

fonte: correiodoestado 
Espalhe por ai:

Veja Também

MS tem 406 pacientes internados com a covid e Saúde pede “medidas restritivas”

Durante live, titular da Secretaria Estadual de Saúde pediu a gestores municipais medidas como toque ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.