Home / Destaques / Força Nacional reforçará efetivo em Corumbá e Coxim até chegada da chuva

Força Nacional reforçará efetivo em Corumbá e Coxim até chegada da chuva

Além dos 45 homens, estão sendo encaminhados para o Pantanal dez caminhonetes e um micro-ônibus

Efetivo da Força Nacional pronto para atuação no Pantanal (Foto: Henrique Kawaminami)

O efetivo de 45 pessoas da Força Nacional que chegou em Mato Grosso do Sul será dividido para os combates às queimadas em Corumbá e também em Coxim.

O reforço chegou nesta segunda-feira (5), passou por cerimônia de boas-vindas no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, e seguiu viagem para o Pantanal.

De acordo com o coronel Marcos Sousa Meza, comandante da Operação Estiagem, o efetivo conta com militares da Marinha, Exército, Corpo de Bombeiros do Paraná e também de Santa Catarina, e brigadistas. São mais de 400 pessoas na operação.

“Devido a grandeza do nosso Pantanal, parte desse efetivo vai combater a região de Coxim, proteger a área norte do pontal, e a outra metade vai somar com os esforços que já estão em Corumbá para atuar diretamente nas partes mais críticas”, detalha.

Segundo o comandante, a maior dificuldade encontrada é a baixa umidade do ar no período. “A biomassa está muita seca devido à estiagem. O cenário é muito dinâmico, de uma hora para outra aparece incêndios, em um dia conseguimos eliminar quase todos os focos. A previsão de encerramento é quando a chuva vier com força, lá por novembro, dependendo da estação climática”, completa.

O coronel Joilson Alves do Amaral, comandante-geral do Corpo de Bombeiros em Mato Grosso do Sul, comparou o tamanho do Estado e também do bioma atingindo pelas chamas.

“Estamos num Estado do tamanho da Alemanha. O Pantanal tem do tamanho de Portugal. Isso já dá dimensão do que está acontecendo. Estamos tendo aumento exponencial de focos de incêndio. O Corpo de Bombeiros completa 50 anos e nunca tivemos situação tão alarmante e de tamanha gravidade”, aponta.

Além dos 45 homens, estão sendo encaminhados para o Pantanal dez caminhonetes e um micro-ônibus.

Somente neste ano, até 4 de outubro, o Pantanal de Mato Grosso do Sul registrou 7.340 focos de queimadas. No ano passado, no mesmo período, foram 5.030 focos de calor registrados, segundo o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). –

 

fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

Escolas estaduais terão aulas presenciais e remotas no ano letivo de 2021

Protocolo de biossegurança foi anunciado para as atividades presenciais O Governo de Mato Grosso do ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.