Incêndio destrói mata nativa do Parque dos Poderes em Campo Grande

Cem mil litros de água foram utilizados para controlar as chamas

Corpo de Bombeiros utilizou cerca de 100 mil litros de água para apagar as chamas – Bruno Henrique

 

Um incêndio de grandes proporções atingiu a mata nativa do Parque dos Poderes e Parque do Prosa, em Campo Grande, na noite desta quinta-feira (19).

O fogo foi controlado às 5h desta sexta-feira (20).

Duas viaturas fazem rescaldo na região para evitar que novos focos de calor reacendam. A causa do incêndio é investigada pela Polícia Civil.

Há fumaça na região prejudicando a visibilidade de motoristas nas vias.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS), 100 mil litros de água foram utilizados no combate às chamas.

O efetivo empenhado foi de sete viaturas e 20 militares. A corporação aguarda levantamento da área total queimada.

Vários animais circulam pela região desorientados pela fumaça e stress devido ao incêndio.

De acordo com a assessoria de imprensa do CBMMS, não foram visualizados animais mortos até o momento.

Pessoas que encontrarem animais em situação de risco devem entrar em contato com o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS). O número é (67)3357-1500.

A moradora da região Suellen Souza diz que o incêndio é criminoso e começou por volta das 16h30 de ontem (19).

“Isso aqui foi criminoso. Tinha uma fumaça alta, aí a gente saiu aqui fora e achou que era só nessa arvorezinha. Aí a gente falou assim ‘mas quem é que colocou fogo aqui?'”.

O fogo atingiu os arredores do Tribunal de Contas, Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), TV Educativa (TVE), Delegacia Geral de Polícia Civil (DPCA), Academia de Polícia Civil (Acadepol) e Palácio das Comunicações.

O vento e o tempo seco ajudaram a propagar as chamas.

Evite queimadas

O período de estiagem e tempo seco favorece o aumento de queimadas urbanas e incêndios florestais.

Dessa forma, o Corpo de Bombeiros orienta que a população evite colocar fogo em lixo ou qualquer outro material, já que há o risco de propagação rápida.

Entre as dicas estão:

  • Manter os terrenos limpos e capinados
  • Não colocar fogo na vegetação e nos amontoados de lixo
  • Ensacar o lixo para a empresa de coleta recolher ou contratar caçamba
  • Não jogar ponta de cigarro acesa na vegetação e nem na beira de rodovias
  • Não soltar balões e não acender fogueiras próximo à vegetações

Os incêndios colocam em risco as edificações próximas, residências, comércios, unidades de saúde, postos de combustíveis, escolas e outros.

Além disso, prejudicam a qualidade do ar, causando o aumento de doenças respiratórias, colocando em riscos as linhas de transmissão de energia e telefônicas e prejudicando o tráfego rodoviário e aéreo, podendo provocar acidentes graves, além de destruir o ecossistema, matando animais silvestres e queimando matas e florestas.

fonte: correiodoestado
Espalhe por ai:

Veja Também

Governo avança na privatização da Eletrobras e cria estatal para cuidar da Eletronuclear e Itaipu

A privatização da Eletrobras é uma das prioridades do ministro da economia. O presidente Jair ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.