Home / Destaques / Intenção de consumo na Capital cai pelo 3º mês seguido, diz Fecomércio

Intenção de consumo na Capital cai pelo 3º mês seguido, diz Fecomércio

ICF, medido pela Fecomércio, atingiu ainda a menor marca desde novembro do ano passado

Rua do Centro da Capital; intenção de consumo na Capital teve o terceiro recuo consecutivo, conforme indicador medido pela Fecomércio. (Foto: Arquivo)

 

Pelo terceiro mês consecutivo, a intenção de consumo entre os campo-grandenses registrou queda, conforme apontou estudo da Fecomércio-MS (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul). O índice médio de consumo das famílias, que atingiu 102,9 pontos em abril, chegou a 97,8 pontos em julho –depois de cravar 100,7 em maio e 99,1 em junho.

Os números são do ICF (Índice de Consumo das Famílias), medido pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), atingindo ainda o menor índice desde novembro do ano passado, quando chegou a 96,2 pontos. O indicador é formado a partir de sete variáveis principais, dentre as quais quatro registraram recuo no quadro geral.

Série história do ICF, com dado geral e de consumo entre famílias com renda até 10 salários mínimos e acima desse valor. (Imagem: Reprodução)Série história do ICF, com dado geral e de consumo entre famílias com renda até 10 salários mínimos e acima desse valor. (Imagem: Reprodução)

O ICF de julho recuou em relação à perspectiva profissional (-0,7 pontos, com aumento do número de pessoas que não creem em melhora profissional nos próximos seis meses, embora 62,7% dos entrevistados mantenham perspectivas positivas); renda atual (-4,3, com mais pessoas enxergando renda igual –54,6%– ou pior que a do ano passado), nível de consumo atual (-5,2, aumentando o número de pessoas que estão comprando o mesmo ou menos que em 2018) e momento para duráveis (-2,8, onde cresceu o total de consumidores que considera ser um mau momento para compra de bens duráveis, como eletrodomésticos e eletrônicos).

Trabalhadores se disseram mais seguros em relação ao emprego em pesquisa. (Imagem: Reprodução)Trabalhadores se disseram mais seguros em relação ao emprego em pesquisa. (Imagem: Reprodução)

Os dois primeiros índices são semelhantes em relação às pessoas com ganhos de até 10 salários mínimos e renda superior a este nível (onde o desemprego é menor).

Também houve uma percepção mais positiva quanto à compra a prazo (0,8, havendo melhora na percepção de que é possível conseguir crédito no mercado) e perspectiva de consumo (1,4, onde mais famílias esperam melhora na possibilidade de compra futura).

Economista do IPF-MS (Instituto de Pesquisas da Fecomércio-MS), Daniela Dias considera que, apesar de as famílias da Capital alegaram um consumo menor, “a perspectiva é positiva para os próximos meses e isso é um dado animador. O índice positivo relacionado à situação atual do emprego também é importante, pois demonstra que o consumidor está mais seguro e pode voltar a comprar, mesmo que de forma parcelada”.

Maioria disse estar comprando menos ou o mesmo que em 2018. (Imagem: Reprodução)Maioria disse estar comprando menos ou o mesmo que em 2018. (Imagem: Reprodução)

O ICF se vale de índices que vão até 200 pontos, medindo o grau de satisfação e insatisfação dos consumidores em aspectos que influenciam diretamente o orçamento doméstico e o nível de consumo. O índice 100 aponta a “fronteira” entre os dois campos de análise.

fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

Comércio ficará aberto até mais tarde a partir do dia 5 de dezembro

Horário será ampliado devido ao período de fim de ano, que costuma ser de maior ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.