Home / Destaques / Lutador de Caarapó é convocado para Mundial de Muay Thai na Tailândia

Lutador de Caarapó é convocado para Mundial de Muay Thai na Tailândia

Sidinei Carmo, de 25 anos, foi chamado para torneio internacional marcado para março em Pattava, na Tailândia.

Sidinei Carmo com medalhas conquistadas em evento internacional (Foto: Arquivo pessoal)

O lutador de Caarapó, distantes 283 km de Campo Grande, Sidinei Carmo de Souza, de 25 anos, foi convocado pela seleção brasileira para disputar o 5º Campeonato Mundial de Muay Thai e Muay Boran Word Games, marcada para março em Pattava, na Tailândia.

Sidinei diz que a convocação já era esperada diante dos resultados obtidos recentemente, como os títulos do Pan-Americano, no México, e Sul-Americano, no Peru. O sul-mato-grossense também disputou o Mundial na Bósnia e terminou em 9º lugar. “Recebemos a convocação essa semana, mas estou treinando desde o início do ano”, conta.

Para a competição na Tailândia, Sidinei almeja o título. “A meta é ser campeão. Também quero aproveitar para treinar lá, que é o berço do muay thai”, diz o atleta.

Natural e morador de Caarapó, Sidinei intercala o tempo de treinamento entre o município e Dourados.

Agora, o lutador corre atrás de recursos que podem viabilizar sua participação no torneio. Segundo ele, serão necessários R$ 16 mil para viajar. “Não tem apoio financeiro nenhum. Agora é manter o treinamento e correr atrás de patrocínio, empresas, amigos, fazer rifa, levantar o dinheiro”, diz.

A participação no Mundial precisa ser confirmada até o dia 10 de fevereiro. A competição está marcada para 10 a 22 de março.

 

 

v

 

Espalhe por ai:

Veja Também

MS tem 406 pacientes internados com a covid e Saúde pede “medidas restritivas”

Durante live, titular da Secretaria Estadual de Saúde pediu a gestores municipais medidas como toque ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.