Metade dos contribuintes de MS ainda não declarou o Imposto de Renda 2021

A Receita Federal prorrogou o prazo de entrega, de 30 de abril para 31 de maio

Prazo de entrega do Imposto de Renda segue até 31 de maio

 

Cerca de 219 mil sul-mato-grossenses ainda não declaram o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) do ano de 2021. O número representa, aproximadamente, metade dos contribuintes do Estado que ainda não acertaram as contas com o Leão. Os dados foram informados pela Receita Federal de Mato Grosso do Sul.

O prazo de entrega começou no dia 1° de março e segue até 31 de maio.

O esperado pela Receita Federal é que 447 mil contribuintes do Estado declarem neste ano.

Até o momento somente 227,6 mil pessoas declararam, representando 50,92% do que é esperado. Desse número, 91,6 mil representam os campo-grandenses.

A entrega é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado.

Prorrogação

A Receita Federal prorrogou o prazo de entrega da declaração de Imposto de Renda, de 30 de abril para 31 de maio deste ano. A alteração foi divulgada no Diário Oficial da União, do dia 12 de abril.

A decisão ocorreu como forma de minimizar as dificuldades econômicas causadas pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Conforme informado pela Receita Federal, a medida ajuda a evitar aglomerações nas unidades de atendimento.

Brasil

De acordo com dados do site oficial da Receita Federal, até às 23h59min, de ontem (2), 17,1 milhões de contribuintes haviam enviado a declaração do IRPF.

fonte: correiodoestado
Espalhe por ai:

Veja Também

Governo amplia vagas e destina R$ 3,8 milhões para atletas e técnicos de MS

Número de vagas aumentou 45%, de acordo com publicação no Diário Oficial desta quinta-feira   ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.