Home / Destaques / Ministério e prefeitura levam campanha para cidades da Bolívia

Ministério e prefeitura levam campanha para cidades da Bolívia

Ação segue nesta semana em Corumbá e zona rural boliviana

Doze mil doses de vacina foram destinadas às cidades bolivianas pelo Ministério da Saúde – Foto: Prefeitura de Corumbá/ Divulgação

 

Cerca de três mil animais foram vacinados contra a raiva em Puerto Suárez e Puerto Quijarro, na Bolívia, durante campanha realizada pelo Ministério da Saúde, com apoio da prefeitura de Corumbá, por intermédio da Secretaria de Saúde e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Ao todo, 12 mil doses foram destinadas às cidades vizinhas a Corumbá pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de evitar novos registros de raiva humana e animal, considerando o alto fluxo diário de pessoas entre os dois países. Em Corumbá, o último registro de raiva humana foi em 2015; na Bolívia, em 2017.

O médico veterinário do Ministério da Saúde, Alexander Vargas, explica que, para que as campanhas do lado brasileiro sejam eficazes, é preciso cuidar da fronteira. “É preciso imunizar os animais na fronteira para que a doença seja impedida de se propagar na região. A doação de insumos é uma das medidas de segurança, além disso não compromete o abastecimento interno do país”.

A veterinária e coordenadora do CCZ, Walkíria Arruda, disse que o planejamento começou há muito tempo. “Retomamos as vacinações na Bolívia no ano passado, em maio deste ano nos reunimos a nível federal, estadual e municipal para traçar as estratégias. Somente no final de semana vacinamos quase 3 mil animais, durante a semana seguimos com a campanha de vacinação em Corumbá, e a equipe da Bolívia irá vacinar os animais da zona rural e do entorno”.

A Secretaria de Saúde de Corumbá disponibilizou uma equipe de 20 agentes de endemias e dois veterinários para imunizar os animais casa a casa, além dos profissionais que prestaram o apoio logístico. Para o secretário de Saúde de Corumbá, Rogério Leite, é fundamental este apoio. “Nós disponibilizamos os profissionais para capacitar e vacinar, é muito importante essa ação conjunta para prevenir novos casos”, comentou.

Campanha

A campanha de vacinação contra a raiva é uma ação oriunda de acordo interinstitucional internacional entre os Ministérios da Saúde dos dois países. A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) acompanhou os trabalhos.

 

fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

Capital volta a ter bandeira vermelha e ocupação UTIs chega a 91%

Prosseguir elenca Campo Grande e 21 outros municípios do Estado em situação crítica da pandemia ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.