Home / Destaques / MS tem o menor ICMS no diesel e o quarto no etanol

MS tem o menor ICMS no diesel e o quarto no etanol

Segundo a Fecombustíveis a cobrança de ICMS em relação ao diesel é de 12% e a do etanol de 20%.

MS tem o menor ICMS no diesel e o quarto no etanol – Divulgação

 

 

Mato Grosso do Sul é o estado brasileiro com a menor alíquota de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o diesel e a quarta menor sobre o etanol hidratado, pontou o levantamento da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis).

Segundo os dados, o Estado tem a menor cobrança de ICMS do Brasil em relação ao diesel, sendo (12%).

Os estados do Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, utilizam a mesma alíquota.

Ainda de acordo com o levantamento, o estado também possui a quarta menor alíquota sobre o etanol hidratado, sendo (20%).

O Mato Grosso do Sul é um dos estados que praticam a menor carga tributária de combustíveis no Brasil.

A alíquota de 20% vigente em Mato Grosso do Sul é a mesma utilizada no estado da Bahia; e só é maior que as praticadas no Paraná (18%), em Minas Gerais (16%) e em São Paulo (13,3%).

Nos outros 21 estados e no Distrito Federal a cobrança do ICMS sobre o álcool combustível varia de 22% a 32%.

Ajustes fiscais na cobrança do ICMS dos combustíveis entre 2015 e 2019 reduziu o ICMS do diesel de 17% para 12% e do álcool carburante de 25% para 20%.

O imposto sobre a gasolina automotiva também teve alteração, saindo de 25% para 30%.

 

 

fonte: correiodoestado
Espalhe por ai:

Veja Também

Prêmio de 40 milhões da Mega-Sena tem uma aposta vencedora

Uma única aposta acertou os seis números do concurso 2363 da Mega-Sena realizado neste sábado (17) ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.