Home / Destaques / Pandemia muda até bolo de Santo Antônio, que agora será no pote em drive-thru

Pandemia muda até bolo de Santo Antônio, que agora será no pote em drive-thru

Uma das festividades mais tradicionais de Campo Grande também começar uma hora mais cedo

Voluntários durante preparação do bolo de Santo Antônio em 2019 (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

O tradicional bolo de Santo Antônio será servido em potes e a entrega será por meio do sistema drive-thru neste ano. A mudança foi uma alternativa encontrada pelos fiéis católicos, em meio a todas as exigências impostas pelo covid-19, para evitar aglomerações no dia 13 de junho sem deixar passar em branco o dia do padroeiro de Campo Grande.

Uma das responsáveis pelo setor administrativo da Catedral Nossa Senhora Abadia e Santo Antônio, Maria do Carmo Bonfim explicou que a ideia surgiu da confeiteira responsável pelo bolo, que também faz parte da Paróquia, e foi aprovada durante reunião. “Chegou a passar pela minha cabeça que não ia ter, mas graças a Deus deu certo”, diz.

Segundo ela, o covid-19 alterou toda a tradição da festa. Para começar, os voluntários vão trabalhar em escala reduzida para evitar aglomerações. A quantidade de bolo também será menor que no ano passado, quando foram produzidos 7 mil pedaços. “Esse ano estamos pensando em fazer entre 3 mil e 4 mil potes”, comentou.

Ainda tendo em vista a crise causada pelo coronavírus, os voluntários decidiram manter o preço cobrado no ano passado. Cada fatia será vendida a R$ 5.

Não haverá barracas, quermesse, as calçadas estarão demarcadas com o distanciamento mínimo e os fiéis serão orientados a não consumir o bolo ali, mas levar para casa. Até o horário do início da entrega foi antecipado em uma hora para evitar ainda mais as aglomerações.

A opção pelo pote tem relação com o tempo de armazenagem. É possível guardar no freezer dias antes do evento sem que ele perca a qualidade. “Não vai ter aquele glamour do Santo estampado, nem aquele bolo quilométrico, mas não vamos perder a tradição”, comentou ela, ressaltando que a importância é celebrar a fé.

Ela não sabe quantas alianças serão colocadas nos potes e lembra que até o ano passado o padre pedia para que os voluntários se retirassem da sala para ele colocar as joias de ouro em um dos pedaços.

Desta vez, o pároco terá de escolher um dos potes. “Quem pegar vai ser a mão de Deus mesmo. Ou a mão do Santo”, brinca Maria.

Santo Antônio é conhecido como santo casamenteiro e quem encontra as alianças escondidas no bolo tem fé de que o casamento chegará mais cedo.

 

fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

MS tem 406 pacientes internados com a covid e Saúde pede “medidas restritivas”

Durante live, titular da Secretaria Estadual de Saúde pediu a gestores municipais medidas como toque ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.