Para sustentar uma família, campo-grandense precisa gastar mais de R$ 1,7 mil com cesta básica

Já a cesta básica para uma única pessoa, sai a R$ 588,84

O valor da cesta básica para uma família composta por quatro pessoas, sendo dois adultos e duas crianças, chega a custar R$ 1.766,52 em Campo Grande.

É o que mostra a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), referente a julho.

Já a cesta básica para uma única pessoa, sai a R$ 588,84. No mês passado era R$ 566,78, ou seja, um aumento de 3,88% ou cerca de R$ 23.

No ano, a variação da cesta básica foi de 2,14%.

O Percentual do salário mínimo líquido para compra de uma cesta básica, fica em 57,87% (elevação de 02,17 p.p. em relação à junho).

Com isso, para conseguir comprar, o campo-grandense precisa trabalhar 117h46min.

PRODUTOS

O produto de maior variação no mês passado foi o tomate, de 25,38%, com custo médio de R$ 4,15 o quilo.

A banana teve diferença de 13,31%; café em pó 8,77%; manteiga 4,25%; farinha de trigo 3,71%; açúcar cristal 3,40%; leite de caxinha 3,03%.

A carne bovina subiu 2,86% se comparado a junho; pão francês 1,50% e arroz agulhinha 0,44%.

Em se tratando das quedas, o quilo da batata teve queda expressiva de 19,29%; o óleo de soja teve retração de 0,46% e o feijão carioca de 0,15%.

NACIONAL

Ainda conforme a pesquisa, a cesta básica vendida em Campo Grande está entre as cinco maiores entre cinco capitais brasileiras.

Em julho, o valor médio da cesta básica teve alta em 15 cidades e diminuiu em duas.

Além de Capital de Mato Grosso do Sul, as maiores altas foram registradas em Fortaleza (3,92%), Aracaju (3,71%), Belo Horizonte (3,29%) e Salvador (3,27%).

João Pessoa teve queda de 0,70% e Brasília de 0,45%.

fonte: correiodoestado
Espalhe por ai:

Veja Também

Governo amplia vagas e destina R$ 3,8 milhões para atletas e técnicos de MS

Número de vagas aumentou 45%, de acordo com publicação no Diário Oficial desta quinta-feira   ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.