Home / Destaques / Proncor chega a 100% de ocupação em leitos de UTI e alas para covid-19

Proncor chega a 100% de ocupação em leitos de UTI e alas para covid-19

Hospital também alertou sobre a demora nos atendimentos pelos próximos dias

Entrada do Hospital Proncor em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)

 

 

O Hospital Proncor é mais uma unidade de saúde a chegar a 100% de ocupação de seus leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e alas de internação, que são destinados a pacientes com covid-19.

Em posicionamento divulgado neste sábado (28) o hospital informou que reforçou as equipes de plantão, mas por conta do elevado número de consultas, “é possível que haja demora” nos atendimentos.

Lotados – Na última quarta-feira (25) todos os 30 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Unimed, destinados a covid-19, também foram ocupados. Por conta da situação as visitas a pacientes da unidade de saúde até foram suspensas.

Ontem (27) um leitor denunciou ao Campo Grande News que há fila de espera da enfermaria do hospital composta por pacientes diagnosticados com a doença e que precisam de internação urgente.

Na terça-feira (24) uma idosa, de 67 anos, diagnosticada com covid-19 teve de ser intubada na enfermaria do Hospital Regional, por conta da falta de leitos na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Desde o início da pandemia 765 pessoas morreram com covid-19, em Campo Grande. Atualmente a cidade está com 1.224 moradores em isolamento domiciliar e há 301 pacientes internados.

 

 

fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

Com valores entre R$ 10 e R$ 90, pedágio na rodovia MS-306 começará a ser cobrado em abril

Três praças de pedágio serão ativadas na rodovia no prazo de até dez dias   ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.