Home / Destaques / Sistema de validação facial da CNH começa a funcionar no Detran-MS

Sistema de validação facial da CNH começa a funcionar no Detran-MS

Ferramenta também é implantada em outros quatro Estados brasileiros

Mudança visa evitar fraudes em carteiras de habilitação – Foto: Divulgação

A validação facial para emissão de Carteira Nacional de Habilitação (CNH)  entrou em funcionamento no Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS). A ferramenta é encontrada na base de dados do Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach) e visa inibir tentativa de fraudes nos documentos de habilitação.

A novidade começou a ser usada em Mato Grosso do Sul na segunda-feira (23). De acordo com o chefe do Renach no Estado, Luiz Fernando Ferreira dos Santos, essa nova diretriz foi estabelecida pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e está sendo implantada gradativamente a nível nacional. O Detran-MS foi um dos cinco Departamentos escolhidos pelo Denatran para ser piloto na implantação, junto com Santa Catarina, Acre, Espírito Santo e Pernambuco.

Com a nova ferramenta, quando da autorização de emissão da habilitação será feita a validação da imagem do condutor junto ao banco de coletas do Departamento Nacional. Caso não seja atingido o percentual de similaridade estabelecido, o sistema bloqueará a emissão da CNH e o Departamento adotará as medidas necessárias à verificação.

A previsão do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) é de que até o dia 11 de novembro a medida esteja implantada em mais de 22 Estados brasileiros

PROCESSO DE EMISSÃO:

1. Primeiro é realizada a coleta biométrica e envio das imagens (foto, assinatura digitalizada e digitais) antes da autorização para emissão.

2. Depois é feita a validação biométrica da fotografia, quando existir uma emissão anterior que possua fotografia no banco de imagens do Renach:
– Caso o índice de similaridade entre as imagens fique abaixo do aceitável (maior ou igual a 90%), a imagem é reprovada, o que demanda a checagem “manual” por um usuário do Detran através do Renach Web, que poderá aprovar ou reprovar a imagem coletada;
– Caso a imagem seja aprovada na validação automática, ou por um usuário do Detran no Renach Web, o processo pode prosseguir e a autorização de emissão pode ser realizada.

3. O Detran detentor do prontuário do condutor envia a autorização de emissão.

4. Por fim, a gráfica credenciada realiza a impressão da CNH. (Com assessoria)

 

fonte: campograndenews
Espalhe por ai:

Veja Também

MS tem 406 pacientes internados com a covid e Saúde pede “medidas restritivas”

Durante live, titular da Secretaria Estadual de Saúde pediu a gestores municipais medidas como toque ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.