Valor da produção agropecuária do Estado registra crescimento de 28%

No País, a soma de tudo que é produzido alcançou recorde com R$ 871,3 bilhões

No Estado, o faturamento da soja foi de R$ 22,6 bilhões, do milho R$ 9,3 bilhões e carne bovina foi de 13,6 bilhões – Divulgação

 

Mato Grosso do Sul fechou 2020 com crescimento no valor bruto da produção agropecuária (VBP) , conforme divulgado hoje (14) pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa).

O valor que soma a produção da agricultura e pecuária terminou o ano em R$ 70,912 bilhões para o Estado, crescimento de 28% em relação ao total de 2019 (R$ 55,095 bilhões).

O Estado foi o sétimo  no ranking entre os estados com maior participação no VBP do Brasil, sendo responsável por 8,1% do total.

O faturamento da soja foi de R$ 22,6 bilhões, do milho R$ 9,3 bilhões e carne bovina foi de 13,6 bilhões.

Entre as regiões, o Centro-Oeste do País foi responsável por 32% do total do Brasil, sendo a líder com  VBP de R$ 294,796 bilhões. Mato Grosso liderou com a maior contribuição 15,41% do total (R$ 134,299 bilhões).

NACIONAL

No País, o VBP de 2020 alcançou R$ 871,3 bilhões, o maior da série histórica iniciada em 1989. O crescimento real foi de 17%.

Os dados já incluem as estatísticas de dezembro do ano passado. O segundo melhor resultado ocorreu em 2015, com R$ 759,6 bilhões.

As lavouras tiveram faturamento de R$ 580,5 bilhões, alta de 22,2%, e a pecuária, R$ 290,8 bilhões, incremento de 7,9%.

Conforme a nota técnica da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os produtos que mais contribuíram para o resultado foram a soja, com crescimento real de 42,8%; seguido do milho, com crescimento de 26,2%;  carne suína, com 23,7%; e carne bovina, com 15,6%.

O faturamento da soja, milho e carne bovina foi de R$ 243,7 bilhões, R$ 99,5 bilhões e R$ 126,3 bilhões, respectivamente. Destaca-se ainda a contribuição positiva da produção de ovos em 2020.

De acordo com o coordenador da pesquisa do VBP, José Garcia Gasques, as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno, as exportações favoráveis para grãos e carnes e a produção da safra de 2020.

2021

Estimativas para 2021 indicam crescimento do VBP de 10,1%. Os principais destaques são: arroz (17,3%), batata inglesa (22,1%), cacau (14,7%), mandioca (10,9%), milho (17,7%) e soja (24,4%).

Há ainda boas expectativas para a pecuária, em especial para bovinos, suínos, frangos e leite.

No ranking dos principais produtos em 2021 as estimativas apontam que a soja, milho, café e algodão serão responsáveis por 82,6% do faturamento esperado para as lavouras.

Na pecuária, bovinos, frangos e leite devem liderar os resultados do VBP, com participação em 85,9% do faturamento.

A lista dos estados campeões na agropecuária deve permanecer com Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

 

 

fonte: correiodoestado
Espalhe por ai:

Veja Também

Lojistas da Capital apostam em descontos de até 50% em produtos para o Dia das Mães

Essa é a segunda data comemorativa mais esperada pelo setor de varejo Faltando apenas dois ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.